Política & Economia

José Ronaldo não crê em rompimento por causa do vice de Serra

No entendimento do ex-prefeito de Feira de Santana, o pré-requisito para definir o vice deve ser a “sintonia” com o candidato a presidente e não o partido ao qual o escolhido é filiado. “Já imaginou com que tranqüilidade o presidenciável vai participar da campanha se ele não estiver extremamente sintonizado com o vice? Isso é muito importante para o diálogo”, finalizou.

Ronaldo acredita que não haverá rompimento entre os dois partidos nem mesmo um estremecimento nesta relação. “São homens adultos e experientes na política, vão chegar a um acordo”, afirmou. Questionado se o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) seria um nome indicado por ele para assumir o posto de vice-presidente na chapa encabeçada por Serra, Ronaldo disse que tem viajado muito com Aleluia e que ele em nenhum momento sequer cogitou essa possibilidade. “Ele sempre se coloca como candidato a deputado federal”, concluiu.

Com informações do Blog da Feira

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo