Meio Ambiente

Remoção do anel inferior da Fonte Nova avança; áreas serão isoladas

O trabalho foi iniciado no dia 21 de junho. Segundo Marcos Lessa, diretor de Negócios do Consórcio Nova Fonte, que é o grupo responsável pelas obras, o próximo passo será a implosão do anel superior do estádio.

“A obra está numa velocidade maior do que esperávamos. A parte inferior está praticamente 100% concluída e, com isso, a expectativa é que em agosto o anel superior seja implodido”, informou.

Lessa disse que está sendo criado um sistema para que os baianos possam acompanhar o processo de implosão por meio de um sistema televisivo. Assim, as pessoas poderão assistir a preparação e o momento em que o anel superior será implodido. Até agora, foram concluídas a remoção do ginásio Antonio Balbino, dos vestiários e das piscinas.

A construção da Arena Fonte Nova tem custo total estimado em R$ 591,7 milhões. A arena ocupará uma área de 121.189 m² e terá as seguintes características: capacidade para 50 mil lugares fixos; 50 camarotes, totalizando mil assentos; área de imprensa; 2,5 mil assentos VIPs; museu do futebol; restaurante panorâmico; 62 banheiros; 46 bares; cobertura de estrutura metálica leve e duas mil vagas de garagens na parte interna.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo