Política & Economia

Em Irecê, Geddel faz carreata e critica a política de saúde do governo estadual

“O governo fala que inaugura hospitais. Mas do que adianta se eles não têm infraestrutura, atendimento? Por isso, quando eu for governador, uma das minhas prioridades será investir na saúde, principalmente em médicos e equipamentos”, pontuou.

A grande festa da Coligação A Bahia Tem Pressa começou muito antes do início do comício, na recepção aos candidatos no Aeroporto. Centenas de carros tomaram as ruas centrais da cidade, numa carreata com buzinaço que se estendeu até a praça onde o comício foi realizado.

No palanque, além do candidato ao governo, estavam presentes o candidato ao vice, Edmundo Pereira e os candidatos ao Senado Edvaldo Brito (PTB) e César Borges (PR), o presidente do PMDB e candidato a deputado federal Lúcio Vieira Lima, entre outras lideranças políticas. Milhares de pessoas assistiram ao comício, lotando a Praça Teotônio Marques Dourado.

Geddel também criticou “as obras que não saíram do papel”, prometidas na campanha anterior pelo seu principal adversário, o atual governador Jaques Wagner, como a construção da rodovia que liga Xique-Xique a Irecê. Outro ponto citado pelo candidato, como exemplo da ineficiência da atual administração estadual foi a ausência de assistência técnica e investimentos em tecnologia para a agricultura da Bahia, inclusive da região.

Geddel deixou claro que suas críticas são substantivas e seguidas de soluções: “Em nenhum momento, vou agredir ninguém. Meu debate é de idéias, de soluções para os graves problemas enfrentados pelos baianos”.

Entre as lideranças políticas presentes, o ex-prefeito de Irecê e Ibipeba, Beto Lelis, também falou ao povo. “Conheço os problemas do sertão de Irecê, no tocante à saúde, infraestrutura e educação. Por isso, precisamos de Geddel para resolver. Irecê também tem pressa”, disse, lembrando das obras feitas por Geddel na região quando ministro da Integração Nacional.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo