Justiça

Polícia de São Paulo investiga outro manifesto contra os nordestinos

Depois de investigar as declarações no twitter da estudante de direito Mayara Petruso, 21 anos, com mensagens direcionadas aos nordestinos e frases do tipo “Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado”, a Delegacia agora está na mira de um manifesto intitulado “São Paulo para os paulistas”, que circula há meses na internet.

O texto defende um controle da migração de nordestinos como solução para diminuir os índices de criminalidade e a superlotação dos hospitais de São Paulo. O manifesto já foi assinado por mais de 1.500 pessoas e, após as investigações, todas podem ser indiciadas por incitação ao racismo.

Segundo a delegada Margarette Barreto, é difícil descobrir os crimes cometidos pela internet, já que muitos usuários são anônimos e excluem suas contas após um delito.  No caso de Mayara Petruso, esta é a segunda investigação que envolve a estudante.

Na quinta-feira (4), o Ministério Público Federal anunciou que vai fazer um laudo sobre o polêmico caso. Informações do Correio.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo