Blog

Curso de Direito da Uneb em Jacobina está entre os 40 melhores do Brasil

As instituições públicas de ensino superior são maioria absoluta entre as que mais aprovaram no 4º Exame de Ordem Unificado, prova obrigatória da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para obter o registro que permite advogar.

Desta vez, a OAB retirou do ranking faculdades e universidades que tiveram menos de dez participantes. Também foram retiradas do ranking as estatísticas referentes aos alunos do penúltimo e último período de cursos de Direito a pedido das próprias instituições, porque “eles ainda não estariam prontos para o mercado”, segundo o secretário-geral da entidade, Marcus Vinícius Coelho.

Entre as 50 instituições que tiveram a maior porcentagem de aprovados, somente três não são públicas, Universidade Salvador (Unifacs-BA), em 26º lugar, Faculdade de Direito Milton Campos (FDMC-MG), em 29º lugar, e União das Escolas do Grupo Faimi de Educação (Faimi-SP), 46º lugar.

Comparando estas com a Uneb de Jacobina esta ficou com um resultado bastante próximo da melhor privada do Brasil, a Unifacs de Salvador que possui uma estrutura incomparável.

Para o Prof. Ricardo Sampaio “nossos alunos têm obtido bons resultados não só nos exames da OAB, mas também nos demais concursos públicos jurídicos”, afirma. Ele também comenta que o resultado obtido poderá melhorar bastante com reorganização da estrutura do curso e a qualificação dos professores, sendo que deseja muito ingressar no doutorado no próximo ano.

Há no curso apenas dois professores com mestrado em direito, o Prof. Ricardo Sampaio e o Prof. Urbano Felix. Dois outros professores estão se especializando fora do país, na Argentina, os professores Rodrigo Guerra e Tiago Moreira.

Em breve a Universidade poderá receber mais um professor com mestrado em direito, a medida que será realizado concurso público no próximo domingo, dia 02/09 e há três candidatos com mestrado em direito inscritos. O concurso desta vez foi descentralizado da Capital e ocorrerá na cidade de Serrinha. Dr. Ricardo Sampaio foi designado para presidir a Banca Avaliadora.

Já passaram pela coordenação do colegiado do curso a professora Dulce Leda, Mirian Guerra (ex tempori) e Valmir Lacerda. Recentemente, este último renunciou a coordenação do colegiado e quem a assumiu foi o mestre Urbano Felix.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo