História

Ciclista que buscava Livro dos Recordes e passou em Riachão morre em TO

“Perereca” morreu de uma complicação neurológica. Ele estava em uma casa de apoio a “sem teto” da cidade de Gurupi. Um senhor responsável pela casa cuidou do sepultamento do ciclista, pois o hospital não conseguiu entrar em contato com os familiares dele.

O sepultamento ocorreu na cidade de Gurupi, no Estado de Tocantins. A Informação foi dada ao Interior da Bahia pelo leitor Igor Gonçalves Pinto.

Antonio Rogério do Nascimento nasceu na cidade de Arenópolis, em Mato Grosso. Ele morreu com 42 anos. No último em que passou pela Bahia e Riachão do Jacuipe, Perereca percorreu mais de 10 mil quilômetros como ciclista, passando pela Argentina, Uruguai e Chile. Ele deixa dois filhos: Jônatas, de 12 anos, e Talita, de 15. 

Clique no link abaixo para ler a matéria sobre a passagem do ciclista em Riachão do Jacuipe, em agosto de 2009:

http://www.osvaldom3.sg-host.com//p_esporte/3982.html

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo