Esporte

Estudo aponta que Arena Fonte Nova levará 43 anos para pagar custos

De acordo com a publicação do Jornal Valor, a pesquisa leva em conta o nível atual de rentabilidade dos estádios nos Estados em que serão erguidos revela ainda que os 12 estádios que foram escolhidos para os jogos da Copa custarão mais e terão receita menor depois da competição que aqueles construídos para as últimas duas edições da Eurocopa.

Realidade na Bahia

De acordo com a publicação, a Arena Fonte Nova levará 43,9 anos para cobrir os custos de R$ 835 milhões gastos para sua construção. O estádio que está sendo construído em Salvador abrigará sete jogos da Copa 2014.

A Arena conta com recursos do Estado e do BNDES. A obra é tocada pelo consórcio OAS-Odebrecht e poderá, ainda, abrigar jogos da Copa das Confederações, em 2013, se ficar pronto até o final do próximo ano.

O estudo da BSB leva em conta o tamanho de estádio, investimento e times nas praças esportivas que funcionarão como cidades-sede da Copa 2014. Para acelerar o retorno, é necessário criar estrutura para outras ações que gerem renda, a exemplo de shows, locações, aluguéis de espaços e camarotes.

Ainda de acordo com o estudo, a Arena Fonte Nova é a quarta numa lista dos que levarão menos tempo para pagar custo. Os três primeiros são Mineirão (18 anos), Maracanã (19) e Itaquerão (22). Na outra ponta, o estádio de Manaus (198,5 anos).

Este é o cenário mais realista. O otimista aponta retorno na metade do tempo estipulado. No caso de Salvador, seriam 19 anos. A Arena Fonte Nova é o segundo projeto mais caro, superado apenas pelo Maracanã (RJ): R$ 931,8 milhões. O Itaquerão é orçado em R$ 820 milhões.

Da redação com informações do Valor e foto divulgação.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo