Educação & Cultura

Riachão: Festa da Padroeira fecha com procissão nas ruas e missa na Matriz

Iniciada no dia 29 de novembro, a tradicional festa religiosa transcorreu até esta quinta-feira (08/12) com várias atividades e atos na Igreja, na Praça da Matriz e pelas ruas da cidade.

Além do Novenário durante as noites, encerrado na quarta-feira (07), esta quinta-feira (08), marcou o encerramento das festividades com a Missa dos Devotos (09h), a Consagração a Nossa Senhora (15h30), a histórica procissão (Caminhada) em louvor à Padroeira (16h30), seguida de Solene Celebração Eucarística em honra à Padroeira Nossa Senhora da Conceição.

Na Praça da Matriz, todas as noites, após a Celebração Eucarística, aconteceu a tradicional festividade com quermesses (leilões, bingos, comidas, vendas de produtos variados e apresentações artísticas).

Durante o Novenário aconteceram as noites das comunidades convidadas, todas dedicadas a Maria, Mãe de Jesus. Por tradição, durante estas celebrações, a Igreja também homenageou várias profissões e contou com a participação de diversos grupos musicais e religiosos.

Na última noite do Novenário, na quarta-feira (07), os católicos ofertaram flores a Nossa Senhora em ação de graças pelas bênçãos recebidas.

A missa desta quinta-feira, dia em que se comemora a padroeira Nossa Senhora da Conceição, contou com a presença de um bom número de fiéis das comunidades jacuipenses, mostrando que o município ainda preserva uma grande tradição religiosa e católica.

“Vim para ver a missa de Nossa Padroeira”, disse Manoelito (Tirita), um antigo frequentador da Igreja Católica, mas que há muitos anos reside em Feira de Santana.

As celebrações e os louvores à Excelsa Padroeira contaram com os vocacionistas padres Roberto e Rogério, o diácono Cláudio e a Comissão da Festa.

Padre Roberto e Itamar

No sábado, dia 03, além de quermesses e um concorrido bingo em frente á Igreja Matriz, aconteceu um show do artista Itamar junto com o Padre Roberto. Os dois cantaram músicas de cunho religioso, principalmente do repertório de Padre Zezinho e Roberto Carlos.

Aliás, quem perdeu os dois cantando juntos vai ter mais uma nova oportunidade. Será agendada brevemente uma nova apresentação da dupla, inclusive com o lançamento de um CD.

Por Evandro Matos (Foto: Noroel Fernandez /IB)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo