Educação & Cultura

SECULT-BA promoverá o I Encontro de Estudos das Culturas dos Sertões

O evento busca estimular a construção colaborativa de políticas culturais para os sertões e acolherá múltiplas expressões e manifestações das culturas sertanejas.

No âmbito da Celebração, está  previsto a realização do I Encontro de Estudos das Culturas dos Sertões, que abrange sessões de estudos, debates e discussões de trabalhos que analisem e reflitam sobre as culturas dos sertões, nos dias 07 e 08 de maio de 2012, no Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana.

Os trabalhos para o encontro de estudos sobre as culturas dos sertões deverão ser submetidos à comissão organizadora, conforme orientações a seguir. As inscrições são gratuitas.

FORMATO DOS TRABALHOS

Resumo expandido de no máximo duas páginas em papel A4, texto em Times New Roman, fonte tamanho 12, entrelinha de 1,5, conforme normas da ABNT, contendo: Título, nome do autor e palavras-chave e em nota de rodapé titulação, profissão e identificação dos vínculos do autor(es) com o tema.

PRAZOS

Os trabalhos devem ser enviados para apreciação da comissão julgadora no período de 27/02/2012 a 30/03/2012, em formato PDF, para o e-mail: culturadosertao2012@gmail.com

O resultado dos trabalhos selecionados será divulgado a partir de 20/04/2012.

 

TEMAS DAS SESSÕES

 

Os sertões no cinema

A sessão acolhe trabalhos que analisem e reflitam as várias experiências e olhares do cinema que têm os sertões como tema, no documentário ou na ficção.

Identidades e modos de vida dos sertões

A sessão acolhe trabalhos que analisem as instigantes questões identitárias e os modos de vida, tais como religião, culinária, hábitos, costumes etc., além da cultura como um recurso singular e elemento de transformações e permanências.

Os sertões pelas letras

A sessão acolhe trabalhos que analisem e reflitam a trajetória dos sertões como cenário privilegiado da literatura brasileira, desde as primeiras incursões até a contemporaneidade.

Atividades

Duas mesas de debates do evento, com a coordenação do Professor Roberto Dantas (Uneb), terá as temáticas sobre o Cangaço e Canudos, além de uma visão artística sobre a cultura nordestina de modo geral.

Para tanto os organizadores convidaram renomados pesquisadores, historiadores e estudiosos das duas temáticas, que discorrerão sobre os temas relacionados durante os dois dias.

Entre os convidados estão a pesquisadora Vera Ferreira, neta de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, o escritor e professor Tadeu Botelho, o escritor e pesquisador Oleone Coelho Fontes, a Socióloga Luitgarde Barros, o cineasta Antonio Olavo, entre outros.   

Confira abaixo parte da programação das mesas:

Coordenação: Professor Roberto Dantas (Uneb)

TEMA – CANGAÇO – Dia 07/05 – 14 às 17h

MESA – “Fatos e casos do Gangaço”

Expositores:

Vera Ferreira: “Lampião: o alcunhado Rei do Cangaço” (Escritora e neta de Lampião/Sergipe)

Tadeu Botelho: “Notícias da Cangaceira Dadá” (Escritor/Professor – Vitória da Conquista) Oleone Fontes: “Lampião em terras Baianas” (Escritor/Jornalista – Salvador)

Luitgarde Barros: “Beatos e Cangaceiros: breves reflexões” (Socióloga – Rio de Janeiro).

TEMA – CANUDOS – Dia 08/05 – 09 às 12h

MESA – “Conversando sobre Canudos”

Expositores:

Antônio Olavo: “Documentando Canudos” (Salvador)

Raimundo Nonato: “Euclides da Cunha e a Guerra de Canudos” (Sto. Antonio de Jesus)

Eldon Canário: “Cocorobó: águas que contam história” (Salvador);

Vanessa Sattamini: “Três Jagunçinhos do Bello Monte” (Rio de Janeiro)

Da redação

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo