Polícia

Policias Civil e Militar cumprem vários mandados de prisão no Recôncavo

Uma agenda com anotações sobre a contabilidade do traficante Maison Benson Silva Vieira, o “Chimbica”, estava entre o material ilícito encaminhado para a sede da 3ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Santo Amaro).

Além de “Chimbica”, foi preso o irmão dele, Meison Vingre da Silva Vieira, o “Marcelo Barão”, apontado como o líder do tráfico na região. Destinada a combater a criminalidade,  a operação Maré Mansa também teve o objetivo de prender os autores de oito homicídios ocorridos em Santo Amaro e no distrito de Acupe, entre janeiro e março deste ano.

As equipes da 3ª Coorpin e da 20ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Santo Amaro), com o apoio de policiais do Departamento de Polícia do Interior (Depin), das Coorpins de Feira de Santana (1ª), Santo Antônio de Jesus (4ª), Valença (5ª) e Serrinha (15ª) apreenderam um rifle calibre 22, três espingardas, uma cartucheira, além de facas para caça e punhais.

Drogas

Os policiais também encontraram com os criminosos, 285 trouxinhas de maconha, 228 trouxinhas de crack e 50 gramas da mesma droga em estado bruto, bem como material para embalagem. Apreenderam ainda um notebook, seis aparelhos celulares e uma balança de precisão.  

Segundo o delegado Joaquim José Souza, coordenador da 3ª Coorpin, além de Meison Vingre da Silva Vieira, foram presos por determinação da Justiça os seguintes criminosos:  Maisa Lima da Silva, João Marcos Bittencourt Pereira (Biel), Jemerson Felipe Santos de Freitas, Erivaldo dos Santos Costa (Ari), Georgete Barbosa Ramos, Jideval da Silva Filho (Jhow), Adeval Nascimento de Santana (Baby), Railton Calmon da Silva (Mussum), Ivan Oliveira da Silva, André Luis Paiva dos Santos (Dedeo), Jefferson Rasteli dos Santos (Geu), Edvan Silva de Queiroz, (Bichula) e Ednaldo Santos de Lima (Quiqui).

Marcelo dos Santos Sá e Eliezer Gomes Vitório, que também tiveram os mandados de prisão cumpridos, foram surpreendidos com armas e drogas. O delegado Joaquim José Souza os autuou em flagrante por tráfico e porte ilegal de arma, tendo ainda autuado pelos mesmos crimes Jorge Luis Assis dos Santos, o “Tchau”, Maison Benson Silva Vieira, o “Chimbica”, Paulo dos Santos Barbosa, Davi dos Santos Vieira, Simélia dos Santos Conceição e Eliomar Jesus Oliveira.

Ascom-PC

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo