Política & Economia

Madre de Deus: Oposição aposta em chapa ‘filhos da terra’ para derrotar PT

A prefeita eleita, Carmem Gandarela (PT), conseguiu cooptar a maioria dos partidos politicos, e o candidato oposicionista em março, Janatan (PCdoB), também aderiu à campanha petista.

Mas a oposição afirma que legenda não dá vitória eleitoral e faz questão de manter uma campanha limpa e com aprovação do “povo de Madre de Deus”. O vereador Dailton Filho (PMDB), candidato oposicionista a prefeitura, conta com o apoio do DEM, PHS, PTN e com a maioria dos candidatos do PPS e PSDB, que resolveram não coligar com nenhum candidato a prefeito, ficando independentes.

O PPS de Madre de Deus foi um capítulo à parte durante as convenções partidárias. Derrotado por 3×1 entre os dirigentes, o presidente municipal, Anderson Andrade, tentou enfrentar 12 dos 17 candidatos a vereador pelo partido para empurrar a legenda para campanha do PT.

A tentativa de golpe teve o apoio da executiva estadual, que enviou para Madre de Deus o presidente estadual da legenda, Ederval Araujo Xavier, mais conhecido como Poly, que chegou à Convenção do PPS acompanhado por mais dois membros da estadual. No meio de muito tumulto, resolveu expulsar todos os não filiados à legenda e fez parte da convenção a portas fechadas.

Os filiados e pré candidatos não aceitaram a tentativa de golpe e, para manter um acordo, o PPS não coligaria com nenhum dos dois candidatos, ficando os candidatos a vereador livres para apoiar o candidato preferencial à prefeitura.

Oscolha dos vices

 

Já o PSDB, que é presidido pelo vereador oposicionista Vivaldo Fernandes, resolveu acompanhar o PPS para garantir que o acordo seria cumprido e não iriam empurrar o PPS para os braços do PT como foi planejado pelos presidentes Anderson (municipal) e Poly (estadual).

Para completar a chapa majoritária da oposição, a líder comunitária Rosemeire Santana, conhecida como Rose Negona, foi escolhida para compor a chapa como candidata a vice-prefeita.

“A escolha da nossa vice-prefeita representa a cara da nossa campanha, a valorização do povo de Madre de Deus, a simplicidade da nossa gente e a força das nossas mulheres”, afirmou Dailton Filho (PMDB).

A prefeita Carmem (PT) resolveu colocar na vice o vereador Jeferson Batista (PP), e descartou o atual vice, eleito em março, Adailton do Suape, que voltará a disputar uma vaga na Câmara.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo