História

Avó fala sobre filho de Eliza e Bruno: “Vai querer saber como mãe morreu”

“Bruninho é muito pequeno ainda, mas vai crescer e vai querer saber como tudo aconteceu, como a mãe dele morreu. Sei que esse momento vai chegar e estou me preparando para essa conversa”, declarou ao G1.  

O julgamento do goleiro Bruno Fernandes e de outros quatro réus pela morte e desaparecimento de Eliza começa nesta segunda-feira (19) e Sônia sai do Mato Grosso do Sul para Minas Gerais para acompanhar o júri. Ela disse que não vai levar o neto.

A mãe de Eliza tem a guarda definitiva do neto desde maio de 2012. Ela vive com o menino em Campo Grande. Na casa, moram ainda o marido de Sônia e um filho de 14 anos, irmão de Eliza.

Segundo a avó, Bruninho é muito alegre e criativo. Ele já fala algumas palavras e a chama de mãe. “Ele sabe que eu sou a avó, mas me chama de mãe. Quando mostro a foto dela, ele reconhece e diz que ela é a mãe dele que está no céu”, explica.

Depois do desaparecimento de Eliza, Sônia freqüentou psicólogos e Bruninho também recebe acompanhamento profissional desde o começo do ano. Sônia disse que chegou a ver Bruno algumas vezes, mas nunca falou com ele. Ela reconhece que Bruninho tem alguns traços físicos do pai, mas destaca que a personalidade e as manias, além dos olhos, ele herdou de Eliza.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo