DestaqueNordeste

Neto de Gonzagão protesta sobre tentativa de mudar o nome da ‘Missa do Vaqueiro’

Cantor e compositor critica tentativa de "apagamento cultural" do legado da sua família.

Neto de Luiz Gonzaga, o cantor e compositor Daniel Gonzaga postou um vídeo nas suas redes sociais criticando um suposto “apagamento cultural” do legado da sua família.

O artista contesta o fato do lançamento de uma música gravada pela ex-BBB Juliette não ter tido a autorização da família do compositor Luiz Gonzaga e critica ainda uma tentativa de mudança do nome da Missa do Vaqueiro, tradicional evento religioso católico realizado à céu aberto, na Zona Rural de Serrita.

Querem mudar o nome da Missa do Vaqueiro para Festa de Jacó, apagando mais de 50 anos de história. Uma história criada por padre João Câncio, Luiz Gonzaga e o poeta Luiz Bandeira. Uma votação está para acontecer na próxima terça-feira para colocar, por iniciativa da prefeitura, do governo, uma festa que é reconhecidamente do povo. Esse apagamento é muito grave”, criticou.

Ele defende que a música de Luiz Gonzaga e a missa são patrimônios que devem ser protegidos.

 “ATENÇÃO: não misturar o nome da Família GONZAGA com lançamentos que nada tem a ver com a história dele. Há uma distorção grave acontecendo no mercado da música. Os dois assuntos, GONZAGA e MISSA DO VAQUEIRO são PATRIMÔNIO IMATERIAL e devem ser protegidos”, desabafa o compositor, no seu perfil do Instagram.

Missa do Vaqueiro

A Missa foi criada por Luiz Gonzaga e o padre João Câncio. Ela é realizada em memória de Raimundo Jacó, vaqueiro que era primo de Luiz Gonzaga. Ele foi assassinado em 1954 e teve seu corpo encontrado em uma estrada, no meio da caatinga. O fato inspirou a música “A Morte do Vaqueiro”, cantada pelo Rei do Baião.

A primeira edição aconteceu no dia 18 de julho de 1970 e, desde então, a cerimônia litúrgica é realizada anualmente no quarto domingo do mês.

(Fonte: Folha de Pernambuco / Missa do Vaqueiro em Serrita / Foto: Divulgação).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo