DestaqueEsporte

Eurocopa 2024: Seleção da França elimina Portugal nos pênaltis e avança às semifinais

Com todas as cobranças convertidas, a França avançou graças à tentativa perdida por João Félix, de Portugal - (crédito: AFP)

O apito final do árbitro inglês Michael Oliver na vitória da França sobre Portugal, nos pênaltis, por 3 x 2, após empate por 0 x 0 com bola rolando nas quartas de final da Euro-2024, nesta sexta-feira (5/7), decretou o fim da caminhada de Cristiano Ronaldo em edições do torneio e ainda rendeu ao astro uma marca negativa.

Depois de ter finalizado uma fase de grupos da competição continental pela primeira vez sem balançar as redes, o gajo se despede da sexta participação no campeonato com uma extensão desse dado. De forma inédita na carreira, CR7 se despediu da Euro sem marcar um gol.

Não foi, entretanto, por falta de tentativa. Durante toda a estadia na Alemanha, país sede da atual edição da Eurocopa, o capitão lusitano registrou 24 finalizações. Nem isso bastou. Ele, ademais, esteve perto de estufar as redes em diversas ocasiões.

Diante da Turquia, ainda na fase de grupos, abdicou de chance clara para encontrar o colega Bruno Fernandes na frente da meta. Com a assistência, se tornou no recordista de passes a gol no certame, com oito. Contra a Geórgia, nas oitavas de final, teve cobrança de falta que raspou o travessão.

Com a chance de se classificar na disputa por pênaltis, nem mesmo o herói debaixo das traves contra a Geórgia Diogo Costa, que defendeu três cobranças da marca da cal, foi capaz de alterar o destino. Enquanto todos os franceses converteram, a batida de João Félix, vítima da trave, resultou na despedida de Cristiano & Cia.

A França, em contrapartida, avança às semis com estatística curiosa. Durante os cinco jogos na Euro-2024, os Les Bleus marcaram apenas um gol. O pênalti convertido por Mbappe contra a Holanda foi o único a favor da trupe de Deschamps. O adversário, agora, será a Espanha.

Na disputa por pênaltis, todos os cobradores mostravam não sentir a pressão e batiam com precisão na gorducha. Vários, inclusive, acertaram o ângulo. Kounde e Dembele, pela França, e Bernardo Silva, por Portugal, são exemplos. Com direito a paradinha, Cristiano também acertou. Apenas o português João Félix falhou em vencer o goleiro adversário. (Fonte: Correio Braziliense).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo