Polícia

Pojuca -Parada Gay termina em violência

De acordo com testemunhas, membros de uma quadrilha liderada pelo traficante Manoel Messias Marinho (conhecido como “Royal”) foram os autores dos vários disparos, que feriram nove pessoas.

Segundo informações da Polícia o traficante estava a procura de um homem chamado Gabriel, que supostamente estava na Parada Gay.

Com o objetivo de alvejar Gabriel os membros da quadrilha acertaram em outros indivíduos. Não está totalmente afastado a possibilidade de que a causa dos disparos tenha sido causado por homofobia.

Por Ramon Gusmão

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo