Esporte

Ex-jogadora do Sport é assassinada dentro de loja de videogames, em Recife

Segundo testemunhas, a jovem estava em uma loja de videogames na Rua Carlos Maringuela, por volta das 19h, quando um homem armado se aproximou e efetuou um disparo à queima-roupa em sua cabeça. Antes de sair, o criminoso ainda atirou outras duas vezes na ex-atleta, que morreu na hora.

Jô ganhou notoriedade em todo o Brasil no ano de 1999, após marcar um gol com as nádegas na final do Campeonato Pernambucano de Futebol Feminino entre Sport e Santa Cruz, na Ilha do Retiro. Na ocasião, o rubro-negro levou a melhor após o feito inesperado e levou o título contra o rival.

A delegada Silvana Lélis esteve no local do crime e afirmou que, de acordo com testemunhas, o homem que atirou é irmão da vítima. José Carlos Martins da Silva, 39 anos, deveria estar preso por tráfico de drogas, mas, há alguns meses, havia fugido do presídio.

“Pessoas próximas à vítima informaram que, recentemente, ela teria discutido com o irmão e, em seguida, teria expulsado ele de casa”, detalhou Silvana Lélis em entrevista ao Jornal do Commercio. O delegado Ricardo Silveira ficará responsável pelo caso.

Informações do Jornal do Commercio Online

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo