Polícia

TV Globo repercute invasão de rádio em Morro do Chapéu; ABI também reage

O momento em que manifestantes invadem a rádio é gravado pela própria emissora. Os locutores já haviam pedido socorro à polícia, quando a redação foi atacada. Parte da ação foi transmitida ao vivo.

Um locutor disse, já pedindo socorro: “Estão tentando invadir a rádio…”

O técnico de áudio completou: “Polícia…”

O técnico de áudio reforça: “Oh polícia! Tem um monte de marginal aqui! Rapaz, o que é isso! Cadê essa polícia, rapaz? Cadê essa polícia?”

Depois a Polícia Militar informou que cem manifestantes fizeram um protesto em frente à rádio. Sete deles conseguiram invadir a emissora.

Os ouvintes que acompanhavam tudo ao vivo foram para frente da emissora. Três pessoas já prestaram depoimento à polícia. Quatro estão sendo procuradas e três funcionários da rádio ficaram feridos.

Assista aqui a matéria no Jornal Hoje, da Globo.

ABI-Seccional Norte/Nordeste cobra providências

Nesta terça-feira (05) o Diretor da Associação Baiana de Imprensa-ABI/Seccional Norte e Nordeste, Jair Cezarinho, esteve na sede da ABI, em Salvador, para reunião ordinária e aproveitou para tratar sobre este assunto com o diretor Augustinho Muniz.  

Segundo Cezarinho, assim que soube da noticia através do portal Interior da Bahia, ele levou o caso para a ABI. “Tomei conhecimento através do Interior da Bahia e entreguei uma cópia da matéria a Augustinho Muniz, pedindo para ele acompanhar o caso”, disse. “Assim que voltei para Feira de Santana recebi ligações de colegas querendo obter informações, preocupados com a situação”, acrescentou Cezarinho.

Sinterp repudia agressões

“O Sindicato dos Profissionais em Rádio, TV e Publicidade do Estado da Bahia (Sinterp-Ba), através da Regional Noroeste, vem a público condenar veementemente e manifestar o seu repúdio a covarde agressão sofrida pelos profissionais da Rádio Brilhante FM, sediada no município de Morro do Chapéu, que no exercício do jornalismo sofreram censura, humilhação e intimidação.

Segundo informações, os agressores, supostamente ligados ao deputado estadual Edson Pimenta (PC do B), invadiram a emissora por volta do meio dia dessa segunda-feira, dia 4, quando estava sendo apresentado um relato sobre o resultado da última eleição. Num ato de vandalismo e selvageria, os invasores ocuparam as instalações da emissora, proferindo agressões verbais e físicas contra os radialistas Fábio Márcio, Ribeiro Souza, Jackson Magal e Rose Andrade, que, no momento, que foram salvos graças a chegada da força policial.

É lamentável que fatos como esse de censura e agressividade à liberdade de imprensa ainda ocorram por parte de pseudos representantes políticos, exigindo do Governo do Estado da Bahia e da Secretaria Estadual de Segurança Pública providências necessárias no sentido de fazer valer à liberdade da atividade profissional dos funcionários da Rádio Brilhante FM.

É inadmissível que qualquer candidato a cargo público desconheça o papel da imprensa nas sociedades democráticas a ponto de reagir a notícias – no caso factuais e baseadas em informações da Justiça Eleitoral – com destempero e truculência”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo