Justiça

MST ocupa quatro prefeituras no interior da Bahia

Cada grupo é formado por cerca de 400 pessoas, conforme explicou Lucia Barbosa, membro da direção do MST no estado.

“Nosso objetivo é debater pontos relacionados com a educação em assentamentos no interior do estado. Queremos mais infraestrutura, construção de novas escolas, investimento na formação dos professores, melhorias no projeto pedagógico e participar do controle dos recursos destinados às escolas”, explicou Lucia.

De acordo com o MST, os grupos permanecerão nas prefeituras até que seja agendada uma reunião entre representantes do governo e do movimento. Informações do G1.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo