Política & Economia

Teixeira de Freitas: Prefeito terá que devolver do próprio bolso R$ 768 mil

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) condenou nesta quinta-feira (20) o gestor, acusado de contratar irregularmente em 2008 serviços de drenagem, pavimentação e esgotamento sanitário para diversas localidades do município do sul baiano.

De acordo com a 3ª Coordenadoria de Controle Externo do TCM, através da Programação Anual de Auditoria, foram gastos no total R$ 17,8 milhões.

De acordo com a corte, na execução dos serviços citados foi comprovado o superfaturamento de pouco mais de R$ 1.066.269,47, quando confrontado os custos unitários dos serviços conforme planilha orçamentária apresentada pela empresa com a tabela de custos adotados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Cabe recurso a decisão. Informações e foto do BN.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo