DestaquePolítica & Economia

PV lança empresário como pré-candidato a prefeito de Mundo Novo com cinco partidos

O PV lança neste sábado (15) a pré-candidatura do empresário Wanderson Barreto à Prefeitura de Mundo Novo, município localizado na região norte da Bahia. Novo na política, ele já tem os apoios partidários do PT, Solidariedade, PP e PDT, além do respaldo de lideranças importantes que estarão presentes no evento, a exemplo de Lucas Reis, chefe de gabinete do senador petista Jaques Wagner.

Também confirmaram presença no ato de lançamento, a ser realizado na Clube Lyra, a partir das 16h43, os deputados estaduais Niltinho (PP), Roberto Carlos (PV) e Luciano Araújo (Solidariedade), além do secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Ângelo Almeida, e do presidente do PV no Estado, Ivanilson Gomes.

“Wanderson Barreto é um jovem empresário que tem conseguido sensibilizar a população de Mundo Novo no sentido de fazer transformações no município. Tive a oportunidade de circular com ele em várias localidades e vi o carinho, respeito e sentimento de esperança das pessoas, até mesmo de muitos adversários. Ele possui ideias inovadoras para o município, com uma visão ampla que incorpora a juventude, o setor produtivo, os trabalhadores e a agricultura familiar”, disse Ivanilson Gomes, acrescentando que o PV deve lançar entre 25 e 30 candidatos em outubro.

O empresário afirmou que Mundo Novo “vem sofrendo bastante com o descaso nas áreas de saúde e de infraestrutura, com graves problemas na reforma das escolas, com perdas irreparáveis no setor econômico e com uma população sofrida, humilhada e coagida”.

“Precisamos unir forças porque queremos ver o  nosso município oferecendo condições dignas e humanas para a nossa população. Por isso, trabalhamos pela união das forças políticas que almejam verdadeiramente o melhor para Mundo Novo. O sentimento é de renovação”, declarou Wanderson Barreto.

Vale lembrar que o atual prefeito de Mundo Novo, Doutor Adriano Silva (Avante), é acusado de cometer uma série de irregularidades no município. Ele é alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vereadores que investiga o gasto dos precatórios da educação para a reforma de unidades escolares. Além disso, é criticado por anunciar gastos milionários para os festejos de São Pedro, enquanto a cidade enfrenta sérios problemas em áreas essenciais.

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo