Política & Economia

Edmundo Pereira migrará para a base aliada de Wagner

Edmundo Pereira sempre foi um dos principais ícones do PMDB baiano, e possui um extenso curriculum de lutas e vitórias pela legenda.

Antes de exercer o cargo de vice-governador, já cumpriu três mandatos como prefeito de Brumado e um como deputado estadual. Além do mais, notabilizou-se no cenário político estadual, por ser considerado um homem que devotava uma fidelidade incondicional ao deputado federal Geddel Vieira Lima.

Contudo, após o resultado das urnas, as relações entre Edmundo Pereira e Geddel Vieira Lima, se estremeceram, uma vez que o ex-ministro da Integração Nacional e o seu irmão, o deputado federal eleito Lúcio Vieira Lima, não retribuíram a lealdade devotada pelo vice-governador, em forma de apoio político para a reeleição da deputada estadual Marizete Pereira (PMDB).

Agora, Edmundo Pereira estaria sendo sondado para migrar para um partido da base governista. Segundo interlocutores, “a articulação política visa desidratar de vez o partido do ex-ministro da Integração Nacional na região sudoeste, pois calculam que uma possível saída do vice-governador do ninho peemedebista, boa parte dos prefeitos e lideranças o acompanhariam”.

Procurado, um membro da alta cúpula do diretório do PMDB de Brumado garantiu e confirmou a informação. “Realmente está tendo uma conversa com o vice-governador para ajustar os ponteiros e analisar o novo partido que receberá Edmundo Pereira e as lideranças da região”.

A única barreira seria o prefeito de Brumado, Eduardo Vasconcelos (PSDB), que foi um grande aliado do governador Wagner nas últimas eleições, e é adversário ferrenho de Edmundo Pereira. Vasconcelos está com força no governo estadual e pode “melar” as pretensões do atual vice-governador.

Com informações do Achei Brumado

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo