Economia

PIB de Feira de Santana cresce 218%

Com o incremento na receita municipal, a cidade ficou em 87º lugar entre as maiores riquezas do país, no ranking entre os 5.564 municípios brasileiros, e a 14ª do Nordeste.

O desempenho reflete a credibilidade e a seriedade na aplicação dos recursos pela administração municipal, período do governo do ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho. Feira de Santana se consolidou como pólo regional, mantendo relação com cerca de 400 cidades no país e ofertando bens e serviços para milhares de pessoas em sua área de influência.

A transformação que a cidade teve no período de 7 anos, com o desenvolvimento capitaneado pelo Governo Municipal, estimulou a geração de emprego e renda, com a captação de grandes empresas e a expansão de outras, tanto entre os anos de 2001 a 2008, quando grandes lojas de departamento, a exemplo de C & A e Americanas se instalaram no centro comercial, quanto no período seguinte.

O destaque do PIB em Feira de Santana seguiu uma escala crescente e retilínea, saltando de R$ 1.000.000.000,00 em 2001 para R$ 6.000.000.000,00 em 2008. Os dados, divulgados recentemente, são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrando o desempenho do município no cenário nacional.

Dentre os 100 municípios brasileiros melhor posicionados, Feira de Santana ocupa 73ª posição em relação ao valor adicionado bruto da administração, saúde e educação públicas e ainda seguridade social e participações percentuais relativas e acumuladas.

A cidade também ocupou a 63ª posição em relação ao valor adicionado bruto dos serviços e participações percentuais relativas e acumuladas. E dentre os 30 maiores municípios do país, esta cidade ficou  em 14º lugar no PIB e preços correntes.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo