Polícia

Barreiras: Ex-vereador é encontrado em cárcere privado e sequestradora é presa

Segundo informações policiais, Miraldino foi sequestrado no último dia 23, por Danielle Lima de Melo, 21 anos, e Jackson dos Santos Borges, 18 anos. Os sequestradores mantinham o ex-vereador em cárcere privado numa kit net, no bairro Santa Luzia.

Relatos indicam que ao sair de uma festa em Taguatinga/TO, por volta das 2 horas da madrugada, no último sábado, Miraldino foi abordado por Daielle, que lhe pediu uma carona. Mesmo alegando que ia para um rumo diferente, a moça solicitou insistentemente que a deixasse pelo menos no meio do caminho. No trajeto, a cerca de 300 metros do local, sinalizou que parasse o veículo para que ela pudesse descer.

Assim que parou, Jakcson surgiu repentinamente, agrediu a vítima com uma coronhada de revólver na cabeça, além disso, o ex-vereador foi amarrando e colocando no porta malas do seu próprio veículo. Em seguida, os sequestradores rumaram sentido Barreiras.

De acordo com o delegado Joaquim Rodrigues, através de um pedido por telefone, Miraldino exigia que um dos seus filhos fizesse um depósito de R$ 12 mil reais em sua conta no Bradesco urgentemente. Ele dizia estar em Brasília e necessitava muito desse dinheiro, e que o filho não perguntasse por qual motivo. Desconfiado o rapaz pediu ajuda a polícia.

Com auxílio do Banco, policiais de Taguatinga descobriram que a conta havia sido movimentada em Barreiras. Os bandidos realizaram vários saques e compras no comércio local com o cartão de crédito da vítima.

A Polícia Militar de Barreiras iniciou os trabalhos de busca em toda a cidade assim que recebeu o pedido de apoio da polícia tocantinense. Por volta das 10h30 de ontem, 25, uma guarnição conseguiu localizar o carro em poder dos sequestradores. Ao avistar a viatura, Jackson abandonou o veículo VW Parati, placa NKM 0190 e evadiu-se do local. Daielle foi presa e levou os PMs até o cativeiro, onde Miraldino foi encontrado bastante debilitado, em companhia de um menor de 14 anos, também conduzido a delegacia.

No cativeiro foram achados talões de cheques, todos em branco e assinados pela vítima, cartões de banco, notas de compras feitas pelos sequestradores; roupas compradas com dinheiro do sequestrado, chaves do carro, documentos, câmeras fotográficas, celulares e uma arma de fogo, tipo garrucha, calibre 32.

Por estar com o braço machucado e uma lesão na cabeça provocada pela coronhada no momento do sequestro, Miraldino foi socorrido para o Hospital do Oeste.

A equipe de policiais do Tocantins informou que Daielle, já possui passagens pela delegacia por envolvimento com o tráfico de drogas. Ela deve ser transferida para Taguatinga. O menor já foi liberado pelo delegado Joaquim Rodrigues.

Da redação Nova Fronteira, com informações e fotos do blog Alo Alo Salomão

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo